Como utilizar o Google Patents

February 1, 2018


O Google Patents é uma excelente base de dados eletrônica de patentes que dispõe de ótima usability, é bastante rápida, possui diversos recursos de busca, compreende uma extensa base de dados e ainda por cima é absolutamente gratuita.

A tela inicial do Google Patents dispõe apenas de um campo de busca (exibido acima) nesse campo, o que o usuário escrever irá ser utilizado como palavra chave.  

 

IMPORTANTE: as palavras chave inseridas no google patents têm de estar escritas em inglês, do contrário os resultados da busca não serão nada relevantes. Para traduzir termos técnicos do português para o inglês antes da pesquisa no Google Patents, sugerimos os seguintes websites: https://www.linguee.com.br/  https://iate.europa.eu/

 

Após escrever qualquer palavra no campo acima, o buscador muda da tela principal para uma tela de busca avançada com diversos campos de pesquisa.

 

Na região destacada em vermelho da figura acima é possível ver os seguintes campos de busca: palavra chave (search terms); data de prioridade, depósito ou publicação (date, priority, publication, filing); inventor; titular (assignee); escritório de patentes (patent office); língua (language) status; tipo (tipo); contencioso (litigation).

 

 

Um dos campos mais importantes é o campo de palavra-chave, onde o usuário pode inserir diversas combinações de palavras-chave para procurar seu documento. 

 

Note que, na tela acima, após escrever as palavras "vehicle" e "car" aparece a opção de clicar em uma classificação internacional de patentes. A classificação internacional de patentes que aparece é a B62D39/00 - estruturas de veículos.

 

Todo escritório de patentes (INPI, USPTO, EPO, CIPO, etc) arquiva documentos de patente em subpastas compreendidas dentro outras subpastas, por sua vez, compreendidas em pastas mais genéricas.

 

Exemplo, nesse caso em particular, B62 é veículos terrestres que não trafeguem sobre trilhos; e B62D é veículo automotores. 

 

Essas classificações internacionais são uma ferramenta interessante na busca de patentes. 

 

A melhor forma de descobrir uma classificação de patentes relevante a um objeto de busca é o seguinte link: https://worldwide.espacenet.com/classification do Espacenet, a base de dados do escritório europeu de patentes.

 

 

Nos campos de busca, também aparece a opção de inserção de uma data de publicação, prioridade ou data de depósito (vide figura acima). Basta clicar na palavra "priority" que o buscador abre as opções de data de publicação e data de depósito.

 

A data de prioridade pode ser utilizada para minar um documento de patente depositado em uma mesma jurisdição, que faça oposição ao seu requisito de novidade. A data de publicação pode ser utilizada para encontrar documentos que matem a novidade ou atividade inventiva de uma invenção reivindicada em qualquer lugar. 

 

O filtro de datas também pode ser utilizado para excluir tecnologias muito antigas. Por exemplo, se buscamos tecnologias de touch screen para smartphones, seria interessante colocar como filtro de data o ano de 2006, um ano antes do lançamento do primeiro Iphone da Apple.  Se não colocarmos esse filtro, podem aparecer muitos documentos relacionados a touch screen que nada têm a ver com telefones celulares. 

 

Outro campo importante é o campo de "inventores". Quando se sabe que determinado cientista já publicou diversos artigos acadêmicos sobre determinada matéria, é natural que esse mesmo cientista já tenha depositado um ou outro pedido de patente.  

 

Também é possível pesquisar por escritório de depósito, por exemplo para fazermos uma busca de infração.  

 

Para pesquisa de jurisprudência, a versão atual do Google Patents permite o filtro "has related litigation" ou seja foi alvo (vide trecho em destaque na figura acima).

 

 

A busca por titular também é muito importante. Nesse campo, o usuário tem de inserir os nomes de seus principais concorrentes.

 

Caso ainda não saiba os nomes dos principais concorrentes, é interessante realizar uma pré-busca no Google para descobrir os maiores players na área do objeto de pesquisa. 

 

 

Ao clicar em um documento, aparecerão: título (3), Resumo (4) figuras (5) um botão para download da versão pdf do documento (1) e um link para documentos que revelem tecnologias similares.

Ao rolar a página do documento até o final aparecem os campos "patent citations" e "cited by". Em resumo "patent citation" são os documentos mais antigos que a invenção em destaque, que foram citados nesse documento de patente. Por outro lado, cited by, são os documentos mais novos que a invenção em destaque, que citam essa mesma tecnologia.

 

Ao circular por esses campos "cited by" e "patent citation" o usuário cerca com mais facilidade o objeto alvo da busca. 

 

 

 

Please reload

Our Recent Posts

Posso patentear um método cirúrgico?

November 1, 2019

Busca de Patentes

October 10, 2019

Patente de software

October 3, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

11 995111782

São Paulo, Brasil

©2018 by arimagalhaes